Conceito de Commodities e a Importância da Logística


A palavra originária da língua inglesa commodities, plural de commodity, significa mercadorias e tem uma enorme importância na economia mundial. Apesar de significar mercadorias na língua inglesa, commodities é um termo genérico para definir produtos de base, homogêneos, de alto consumo, pouca industrialização, produzidos e negociados por várias empresas, com qualidade quase uniforme.  Esses produtos “in natura” (alimentos de origem vegetal ou natural consumidos em seu estado natural) definidos como soft commoditty ou de extração mineral (hard commodity), podem ser estocados por determinado período de tempo sem que percam a qualidade.

A importância do termo na economia mundial é o fato das commodities serem utilziadas em transações comerciais, ou seja, mercado à vista e futuro (fecha-se já um contrato para entrega/pagamento futuro) e negociadas nas bolsas de mercadorias (no Brasil, a BM&BOVESPA – Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros) em quantidades padrões, por exemplo: o café é negociado em 100 sacas de 60kg. As commodities negociadas na BM&FBOVESPA são soja, algodão, milho, café arábica, café conilon, açúcar, etanol e boi-gordo.

Alguns tipos de commodities (retirado da Wikipedia):

  • Agrícola. Ex. café, trigo, soja, boi-gordo;
  • Recursos pesqueiros. Ex. peixes, lulas, crustáceos, ostras;
  • Mineral. Ex. ouro; petróleo.
  • Financeira. Ex. dólar, euro; real
  • Ambiental. Ex. água, créditos de carbono
  • Recursos energéticos. Ex. energia eléctrica
  • Química. Ex. ácido sulfúrico, sulfato de sódio

Imagem de algumas commodities

No Brasil, a Petrobras e Vale são duas gigantes empresas de produção e negociação de commodities, a primeira pelo petróleo, fonte de incontáveis produtos industrializados e, a segunda, pela extração de minério de ferro, muito utilizado na indústria automobilística, só para citar um exemplo.

As commodities estão no primeiro setor da economia, de uma forma grotesca, o setor de matérias-primas, sendo assim, os preços das commodities interferem em todo o mercado, pois com o aumento de preço de determinada matéria-prima necessária na industrialização de um bem no segundo setor da economia (industrialização) o preço do mesmo sofrerá aumento. As commodities estão interligadas com todos os bens produzidos derivados delas mesmas.

A logística é essencial para a produção, negociação, armazenagem e distribuição de commodities. É indispensável um bom planejamento para efetuar as operações logísticas necessárias na comercialização de commodities.

 

 

 

 

 

 

 

 

Silos

Geralmente, a armazenagem de commodties é feita em galpões, em silos, em sacas ou câmaras e containers resfrigerados no caso das carnes.

Descarregamento de soja em uma moega

Os modais utilizados no transporte das commodities são caminhões, trens, balsas e navios. O modal aéreo não é utilziado por se tratar de um produto sem alto valor agregado, o que não compensaria o alto custo do frete aéreo. O uso de caminhões é essencial na primeira fase do transporte das commodities agro, pelo fato da flexibilidade de movimentação deste modal, permitindo que seja feita a coleta no local da colheita. O modal ferroviário é essencial para longas distâncias, grandes quantidades, fácil transbordo entre caminhão e trem e pelo fato das commodities não perderem a qualidade durante o longo tempo em trânsito deste modal. O modal aquaviário que se utiliza balsas é uma ótima escolha para o transporte de sacas. O modal marítimo é utilizado na exportação/importação de commodities devido a enorme capacidade e variedade (cargas em granel, líquida, containers, etc.) de transporte, o que reduz o custo do frete em vista da quantidade transportada.

 

 

 

 

 

 

 

 

Carregamento de soja em um navio

Por fim, é importante citar o uso de dutoviais para o transporte de cargas líquidas e gasosas como petróleo e gás.

Dutovia

O Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de commodities do mundo e, por isso, é necessário investimentos em infra-estrutura para o escoamento adequado destes produtos. Nossa cesta básica é composta por commodities “in natura” e industrializadas, sendo assim, a importância delas em nossas vidas são essenciais, pois se tratam de vários alimentos. Usando uma analogia, o Brasil tem a faca e o queijo na mão, só que é preciso de um bom prato para degustar a refeição.

Rodolfo Luiz Alvarenga – @redator no INPG BLOG e do Blog Universo da Logística

One thought on “Conceito de Commodities e a Importância da Logística

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>